segunda-feira, 13 de maio de 2013

Amorim: O nordestino não quer esmolas, quer oportunidade

Aconteceu na tarde desta segunda-feira, 13, na Assembleia Legislativa de Sergipe, manifestação dos prefeitos sergipanos como ato de protesto à seca, que faz parte da Mobilização Nacional por todo Nordeste. Em sessão especial do movimento, o senador Eduardo Amorim (PSC-SE) ocupou a tribuna para salientar as necessidades do nordestino.
 “Que seja prioridade do nosso país aliviar, amenizar os problemas do nosso irmão nordestino. Não queremos esmolas, queremos oportunidade para trabalhar. Queremos um Sergipe muito melhor e mais justo”, enfatizou o parlamentar ao relembrar que o presidente da Codevasf Elmo Vaz virá à Sergipe e desta vez, sem revelar datas.
 
“Infelizmente transformaram o pedido do povo em um meio de agressividade, de calúnias. Tenham certeza que tudo isso não diminuirá nossas energias, nossa vontade de fazer por Sergipe, de fiscalizar, de acompanhar no que for preciso. Só gostaria que nada fosse impedido, que somemos nessa luta. Sergipe precisa ser lembrado pelo Governo Federal!”, dasabafou.

Eduardo Amorim ainda ressaltou sobre o seu  trabalho realizado diariamente em Brasília, que segundo ele é sempre em prol de recursos para todo o Estado: Nosso dia a dia é corrido, visitamos quatro ou cinco ministérios por dia. Percorro aos ministérios quase com um ‘pires’ na mão. Digo sem exageros, porque sei que muitos parlamentares daqui são testemunhas disso!”, exclamou o parlamentar.

A mobilização dos prefeitos teve como objetivo buscar por soluções urgentes, por isso, fecharam as portas das sedes das prefeituras, recorrendo a população e as organizando  para a realização do ato que também aconteceu por todas as entidades municipalistas da região, com o apoio da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).
Além de vários prefeitos municipais estavam presentes o presidente da Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (FAMES), prefeito de Monte Alegre, Tonhão, a presidente da Alese, deputada Angélica Guimarães, deputado federal André Moura, Almeida Lima, estaduais Augusto Bezerra, Mudinho da Comase, Maria Mendonça, Gilson Andrade, Zé Franco, vice-presidente do PSDB, Antônio Neto e o povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário