quarta-feira, 3 de abril de 2013

Proinveste deve ser aprovado até quarta

A presidente da Assembleia Legislativa, deputada Angélica Guimarães (PSC), acompanhada do líder do governo na Casa, deputado Gustinho Ribeiro, além de outros parlamentares, receberam na manhã de ontem no gabinete da presidência, o secretário Chefe da Casa Civil, Silvio Santos, que veio fazer a entrega do Projeto de Lei do Poder Executivo, que trata da autorização para o empréstimo do Proinveste, junto ao governo federal no valor de R$ 567 milhões.
O PL deve ser lido já na próxima segunda-feira, dia 8, sendo em seguida distribuído para as Comissões, indicados os seus relatores para que seja avaliado pelos deputados, e caso esteja dentro do que foi acordado com os deputados seja aprovado e encaminho para apreciação e votação em Plenário, o que deve acontecer na próxima quarta-feira, dia 10.

Para o líder do governo na Casa, trata-se de um momento novo e fundamental para um processo que foi iniciado com a bancada de oposição e situação junto ao governador Marcelo Déda (PT), respeitando os posicionamentos políticos, mas acima de tudo prevalecendo a responsabilidade com o povo de Sergipe. Segundo o deputado, tanto a bancada de situação como a bancada de oposição na Casa perceberam que o povo sergipano não poderia ser penalizados por questões politicas. “Enxergamos como fundamental esse momento que está acontecendo na AL e vamos aguardar a tramitação na Casa na expectativa que seja aprovado o mais breve possível já que todos os entendimentos foram acordados e contemplados no novo Proinveste”, disse o deputado.

Questionado o por que do PL que trata da contrapartida ter ficado de fora, Gustinho disse que a retirada desse PL faz parte de um entendimento com as os deputados da situação e da oposição e que pode vir a ser apresentado em um novo momento, já que esses recursos sairão dos cofres do Estado.

- O importante nesse momento é que Casa aprove o mais rápido possível o Proinveste para que o governo possa dar inicio as obras de infraestruturas que tanto o estado precisa, a construção de casas populares, escolas, galpões, irrigação, estradas, geração de emprego e tantos outros investimentos que a população precisa -, acentuou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário