quarta-feira, 17 de abril de 2013

Fábio Henrique fecha lixão da Palestina


O prefeito do município de Nossa Senhora do Socorro, Fábio Henrique (PDT), fechou ontem a lixeira da Palestina. Para ele, isso representa o avanço, o crescimento e a modernidade do município. Para marcar a data, Fábio Henrique participou de uma solenidade na sede da Estre, no povoado Tabocas.

"Estamos virando uma página na nossa história. Um município moderno e que cresce como Socorro, não pode ter uma lixeira. A partir de agora, lixão nunca mais!", enfatizou Fábio Henrique. Em 2003 foi feita uma Ação Civil Pública com o objetivo de encerrar as atividades do lixão da Palestina. Já em 2006, foi assinado um Termo de Ajustamento de Conduta e em 2011, a Justiça Federal condenou Aracaju e Socorro determinando o fechamento das lixeiras das duas cidades.



Vale lembrar que apenas Socorro não recorreu da decisão, fez melhor, entrou em acordo com a Justiça Federal e, na manhã desta terça-feira, fechou e acabou com a lixeira da Palestina. Fábio fez questão de enaltecer as instituições que trabalharam para o encerramento das atividades do lixão. "Sem a parceria com o Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual e a Justiça Federal isso não se tornaria realidade", destacou Fábio.

A partir de agora, todo o lixo produzido em Nossa Senhora do Socorro será levado por caminhões para a Unidade de Transbordo da Estre Ambiental, que fica no povoado Tabocas. Lá, ele será separado. O que é seco seguirá para a reciclagem e o orgânico através de caminhões para o aterro sanitário na cidade de Rosário do Catete. "O lixo não terá contato com o solo de Socorro. O transbordo é um local ambientalmente correto com todas as licenças aprovadas", destacou Fábio.

O promotor de Justiça e curador do Meio Ambiente de Nossa Senhora do Socorro, Sandro Luiz da Costa, destacou que o fechamento do lixão da Palestina é o primeiro passo para a mudança total da situação do local. "A partir de agora é recuperar a região do antigo lixão, tentar fazer reciclagem do material que está lá e desenvolver um trabalho para emancipar os catadores. É importante destacar e parabenizar esta parceria com o município de Socorro. Foi feito o cadastramento de quem trabalhava naquele local e é preciso dar dignidade para quem vive ali", disse.

O presidente da Estre Ambiental, Wilson Quintela Filho, afirmou ser um momento de orgulho para a empresa. Ele destacou o trabalho e o empenho de Fábio Henrique para que a região da Palestina tenha dignidade. "O prefeito de Socorro está de parabéns por não perpetuar o problema daquele local. Temos compromisso com 35 famílias para qualificar a mão de obra e desenvolver um trabalho de reciclagem com elas", garantiu.

Além disso, a cooperativa dos catadores da Palestina vai poder especializar a mão de obra local. De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente, Washley Ramos, isso vai melhorar a qualidade de vida da população. "Vamos fazer com que eles tenham um trabalho organizado e de maneira profissional a partir do que será desenvolvido com a reciclagem", afirmou.

Durante a solenidade, o prefeito de Aracaju, João Alves Filho, parabenizou a população de Nossa Senhora do Socorro por todo o esforço que foi feito para que as duas lixeiras fossem fechadas. "Meus parabéns a todos os socorrenses. Nós, aracajuanos, somos gratos a vocês e em especial ao prefeito Fábio Henrique pela visão de futuro que tiveram. Esse novo sistema vai beneficiar não só Aracaju e Socorro, mas todo o Estado", agradeceu.

O povo

Os mais beneficiados com o fim da lixeira da Palestina são os moradores. Durante oito anos, eles viveram com o lixão naquele local. "Estou muito feliz. O prefeito Fábio Henrique está nos dando dignidade", disse emocionado Luciano Ferreira Dias, o Luciano da Palestina. Ele lembrou que antes a situação no local era complicada. "Quem estiver lá hoje já pode notar a mudança. Nossas casas serão valorizadas e teremos mais tranquilidade para sair nas ruas. A comunidade está agradecida", afirmou.

Para Cristiane Oliveira Góis, que mora na Palestina há mais de 30 anos, a Prefeitura de Socorro está valorizando os moradores do local. "As pessoas agora terão orgulho de dizer que moram na Palestina. Depois de pavimentar algumas ruas, ele agora fecha a lixeira. Estamos agradecidos ao prefeito Fábio Henrique por demonstrar estar ao lado da população", agradeceu.

Pioneirismo

Durante a solenidade de fechamento do lixão da Palestina, o prefeito Fábio Henrique destacou que o município de Nossa Senhora do Socorro é o primeiro do Estado a desenvolver um Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. "Estamos preocupados com o descarte dos resíduos sólidos e esse Plano, o primeiro a ser desenvolvido por um município de Sergipe, vai definir as diretrizes para o descarte do lixo nos próximos anos", afirmou.

Presenças

Estiveram presentes à solenidade o vice-prefeito José Job de Carvalho, o deputado estadual José Franco, o deputado estadual Arnaldo Bispo; o prefeito da Barra dos Coqueiros, Airton Martins e o prefeito de Rosário do Catete, Laércio Oliveira; o vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado; o secretário de Estado do Meio Ambiente, Genival Nunes, que representou o Governo do Estado; secretários municipais de Socorro, vereadores e lideranças comunitárias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário