quarta-feira, 24 de abril de 2013

Dirigente nacional do PT discute em SE impactos da crise econômica no Brasil

A deputada estadual Ana Lúcia (PT) e militantes de esquerda de todo o Estado de Sergipe se reuniram na noite de ontem, 23, para prestigiar o seminário “A crise econômica mundial e os reflexos no Brasil”, na escola Aroldo Rocha, no município de Estância. O espaço de formação, organizado pela Articulação de Esquerda em Sergipe, foi ministrado por Valter Pomar, dirigente nacional do Partido dos Trabalhadores, secretário-executivo do Foro de São Paulo e candidato a presidente nacional do PT.

Utilizando-se de conceitos marxistas, Pomar fez uma profunda e didática análise de conjuntura mundial, avaliando a crise econômica nos países de capitalismo avançado e apontando os reflexos econômicos, políticos e sociais para o Brasil e para os outros países da América Latina.
Valter avaliou que a política adotada no Brasil pelos governos do PT nos últimos 10 anos, de proteção da economia nacional e de maior integração regional, criou bases sólidas para enfrentar a crise mundial sem desestabilizar de maneira profunda a economia nacional. Entretanto, ele aponta que a velocidade da crise é ainda maior diante dos investimentos feitos pelos governos brasileiros na atual conjuntura de diversidade de forças políticas que governam o país. “Estamos numa corrida contra o tempo e não sabemos se vamos vencê-la”, alerta o dirigente petista.
A crise atual, aponta Pomar, é de longa duração, devendo perdurar pelo menos por uma ou duas décadas, e o futuro da economia mundial ainda está indefinido. “Nós não sabemos que mundo irá brotar dessa crise. Independente do modelo econômico que predominará, haverá implicações para o padrão de vida da classe trabalhadora”, acredita.
O dirigente político explica que, caso o modelo econômico neoliberal adotado pelos EUA e Europa prepondere, as taxas de desemprego e pobreza certamente aumentarão. Por outro lado, a predominância de um modelo em que o Estado tem maior participação na política econômica, como o que vem sendo adotado pela China, Rússia, e em certa medida pelo Brasil, trará mudanças mais positivas para a classe trabalhadora.
Justamente pela indefinição, Pomar enxerga a fase de instabilidade gerada pela crise como um momento de esperanças, pois ela abre uma janela para a adoção de novos modelos político-econômicos que podem significar mudanças profundas para a classe trabalhadora. Ele aponta que o desafio para a esquerda é estar à altura destas circunstâncias e recolocar o socialismo como alternativa para os problemas do povo.
Neste sentido, a secretária de Administração e Finanças da Central Única dos Trabalhadores em Sergipe, Ivônia Ferreira, destacou a importância da organização da classe trabalhadora e sua participação nas instâncias políticas. “Como militante do Partido dos Trabalhadores, eu sonho com um partido que não tenha dono. Sonho que os donos deste partido continuem sendo os trabalhadores”, declarou a militante, emocionando os presentes.
Presidência do PT 
Valter Pomar é o escolhido pela tendência Articulação de Esquerda para concorrer à presidência nacional do Partido dos Trabalhadores. Pomar, que compõe o mesmo agrupamento político da deputada estadual Ana Lúcia e do vereador Iran Barbosa, é, até o momento, o único candidato ao posto máximo do PT a visitar a militância do partido em Sergipe. Na disputa pela presidência da sigla também estão o atual presidente nacional do PT, Rui Falcão, e o deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP).
Para Pomar, a eleição interna para a presidência do partido é essencial para formular uma nova estratégia para o PT enfrentar a nova situação política, nacional, regional e mundial. Por isso, para o dirigente da Articulação de Esquerda, é fundamental o fortalecimento do partido e a compreensão sobre o papel da militância partidária frente a um governo petista. “Cabe ao PT disputar seus governos, o que supõe perceber as diferenças entre governo e partido, evitando o governismo que confunde um e outro. Cabe ao PT disputar a sociedade para acumular forças em favor de seu projeto programático, estratégico e histórico”, enfatiza.



LEIA TAMBÉM:

 

Emmanuel volta a cobrar laudos que comprovem emergência em obra da 13 de Julho

 

Relatório do TCE detalha ocorrências processuais do município de Capela

 

Dirigente nacional do PT discute em SE impactos da crise econômica no Brasil

 

Jackson Barreto mantém diálogo com empresários espanhóis

 

Valadares Filho quer incentivar a prática esportiva nos municípios

 

Max Prejuízo defende Consórcio Público como solução para o transporte

 

Sergipe não registra óbitos por dengue

 

Mais de 80% dos brasileiros acham que é fácil desobedecer lei no país, diz pesquisa

 

Propaganda partidária custará R$ 300 milhões em 2013

 

Número de smartphones duplica em um ano

 

Deputado quer proibir caveira como símbolo policial

 

Listas de filiados a partidos políticos no Brasil já estão disponíveis no Portal do TSE

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário