quarta-feira, 6 de março de 2013

Déda viaja a Brasília com a expectativa de anunciar grandes investimentos para Aracaju

Com a perspectiva de obter a aprovação de projetos de grande impacto na área da infraestrutura para a capital sergipana, o governador Marcelo Déda foi a Brasília hoje participar de um encontro onde a presidenta Dilma Rousseff debaterá junto aos governadores e prefeitos das capitais as propostas apresentadas dentro de programas lançados pelo Governo Federal, como o PAC da Mobilidade Urbana e o PAC Saneamento.

De modo a preparar a agenda da reunião em Brasília, Déda esteve reunido nesta terça, 4, no Palácio de Despachos, com os secretários das áreas envolvidas. Na oportunidade, o governador e os secretários reviram e reanalisaram todos os projetos que o Governo do Estado apresentou, aperfeiçoando a defesa de cada um deles e se preparando para prestar os esclarecimentos que forem solicitados pelo Governo Federal.
"Amanhã a presidenta apresentará o volume de recursos disponibilizado pela União e os técnicos do Governo Federal e do Governo Estadual discutirão cada projeto (aprovado ou pré-aprovado) a ser executado ou pelo Governo do Estado ou pelas prefeituras municipais", comentou Déda, acrescentando que foi convocado nesta terça pelo Palácio do Planalto e que pretende retornar a Aracaju logo após a reunião.
Conforme o governador, um destaque em meio às propostas apresentadas que podem vir a ser aprovadas, está nos três projetos para implementação de esgotamento sanitário em bairros da Zona Norte de Aracaju, no montante de R$150 milhões. "É uma obra histórica que vai fazer avançar ainda mais a presença do saneamento básico no cotidiano dos aracajuanos", colocou Déda.
O governador lembrou que, com os investimentos do Governo do Estado em andamento, Aracaju já está com algo em torno de 80% do esgotamento sanitário garantidos até o começo de 2014. "Se amanhã tivermos aprovado esse pleito do Governo do Estado e da Deso vamos levar para a periferia da Zona Norte esgotamento sanitário e vamos deixar Aracaju num patamar dificilmente encontrado numa capital nordestina, num patamar idêntico, talvez, às capitais dos estados mais desenvolvidos do Brasil. Talvez cheguemos a 90% de implantação de esgotamento sanitário em nossa capital", destacou.
Outras das obras que poderão ser asseguradas em Brasília contemplam a área de mobilidade: "são dois corredores de transporte no eixo da Avenida Augusto Franco e da Avenida Gasoduto e outro no eixo da Avenida Euclides Figueiredo. Projetos que tanto estão sendo examinados pelo PAC da Mobilidade quanto também estão sendo objeto do Proinveste. Amanhã estaremos avaliando qual dos dois programas financiará esses projetos", observou Déda.
Na reunião estiveram presentes os secretários de Estado da Infraestrutura, Valmor Barbosa; do Planejamento, Orçamento e Gestão, Oliveira Júnior; e da Casa Civil, Silvio Santos; o secretário Adjunto de Desenvolvimento Urbano, Joelson Hora Costa, e o presidente da Companhia de Abastecimento de Sergipe (Deso), Sérgio Ferrari. Eles também acompanharão o governador no encontro em Brasília com a presidenta Dilma e os Ministérios das Cidades e do Planejamento.

LEIA MAIS:

Líder da oposição critica boato sobre ‘compra de deputados’

CAE aprova nova regra para doações a campanhas eleitorais

Desempenho dos alunos do ensino médio ficou abaixo do nível adequado, revela pesquisa

Débitos com o município podem ser parcelados até fim de março

Déda viaja a Brasília com a expectativa de anunciar grandes investimentos para Aracaju

Parlamentares da oposição dizem que governo não forneceu subsídios para o voto sobre royalties

Parlamentares sergipanos são favoráveis à derrubadado veto da presidência à lei que redistribui os Royalties

Nenhum comentário:

Postar um comentário