segunda-feira, 11 de março de 2013

Câmara vai debater tarifa e qualidade do transporte público de Aracaju

Logo mais às 15 horas a Câmara Municipal de Aracaju (CMA) vai discutir, em Sessão Especial, o valor da tarifa e a qualidade do transporte coletivo da cidade de Aracaju. O requerimento propondo a sessão é de autoria do vereador Iran Barbosa, do PT.


Para o debate, foram convidados o representante da Frente em Defesa da Mobilidade e Transporte Público, Demétrio Rodrigues Varjão, integrante do "Movimento Não Pago"; o representante do Conselho Consultivo e Superintendente Adjunto da SMTT, Coronel Denílson Peres Tosta; e o Superintendente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju - Setransp, José Carlos Amâncio.

De acordo Iran Barbosa, o debate vai enriquecer as posições dos vereadores e chama para a Câmara a responsabilidade de discutir o assunto, que interessa a toda a sociedade."Queremos que a Câmara seja ouvida e se debruce sobre isso como manda o artigo 239 da nossa Lei Orgânica. Transporte público é de interesse de toda a sociedade e a Câmara não pode se furtar a este debate. Vamos ouvir todos os representantes dos setores envolvidos para que possamos nos apropriar de dados concretos e ter posição sobre eles de forma clara", entende o vereador.

Para o vereador petista, o documento produzido pela Frente em Defesa da Mobilidade e Transporte Público, que faz uma análise da atual planilha entregue a SMTT pelos empresários, traz informações importantes que precisam ser debatidas na Câmara. "Se confirmados os dados que temos disponíveis nessa análise, o valor da tarifa não deve ser aumentado; pelo contrário, deve ser reduzido para que a população tenha acesso ao transporte coletivo dentro das regras estabelecidas pela Lei. Daí a importância desse ebate", destaca o parlamentar.

Requerimento
Iran Barbosa também teve aprovado Requerimento solicitando da SMTT as planilhas de custos apresentadas pelas empresas de ônibus à Superintendência entre os anos de 2009 a 2013. "Isso se torna imprescindível para que possamos compreender, em sua totalidade, como se deu a definição dos valores da tarifa dos coletivos nos últimos anos", explica o vereador.



LEIA TAMBÉM:

 

Reforma do Código Penal tem novo debate dia 14

 

Igualdade de direitos para as domésticas está na pauta da CCJ

 

Câmara terá comissão para avaliar fim do fator previdênciário

 

Ferramenta da Fiesp permite calcular se o desconto na conta de luz está sendo aplicado

 

TJSE realiza 1ª reunião de acompanhamento das Metas 2013 do CNJ

 

Economia: Governo de Sergipe diz que vai reduzir em 20% suas contas públicas

 

“Lei da Igualdade” ainda aguarda votação no Plenário

 

Após reunião conciliatória, governador prevê envio do projeto do Proinveste esta semana

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário