quarta-feira, 13 de março de 2013

Bacia Sergipe-Alagoas participará da 11ª rodada de licitações da ANP

A bacia petrolífera Sergipe-Alagoas participará da 11ª rodada licitações de blocos para exploração nos próximos dias 14 e 15 de maio. O edital lançado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) inclui outras 288 áreas, cobrindo 155,8 mil quilômetros quadrados distribuídos em 11 bacias sedimentares. As bacias contempladas são: Barreirinhas, Ceará, Espírito Santo, Foz do Amazonas, Pará-Maranhão, Parnaíba, Pernambuco-Paraíba, Potiguar, Recôncavo, Sergipe-Alagoas e Tucano. Dos 289 blocos, 166 estão localizados no mar — sendo 81 em águas profundas e 85 em águas rasas—, e 123, em terra. 

Com a licitação, Sergipe passa a explorar os novos poços de óleo anunciados em 2012 pela Petrobras e se firma como grande produtor nacional de petróleo. Com uma produção de 40 mil barris/dia, a bacia SE/AL tem capacidade para aumentar em cinco vezes sua produção, saltando, assim, para 200 mil barris/dia. Os novos poços de petróleo foram os 1-BRSA-1108-SES (1-SES-172), localizado a 85 km de Aracaju, em profundidade de água de 2.583 metros; 1-SES-168 (denominado Moita Bonita), 3-SES-165 (Barra) e 1-SES-167 (Farfan), todos em águas ultraprofundas.

De acordo com a matéria publicada nesta quarta-feira, 13, no jornal O Globo, a ANP busca, através da 11° Rodada, descentralizar a produção de petróleo e gás no País. “ A ANP explica que os objetivos da 11ª Rodada são diversificar geograficamente a produção  de petróleo e gás,permitir o conhecimento das bacias sedimentares, desenvolver a indústria nacional com foco em empresas de pequeno e médio porte, além de companhias estrangeiras,possibilitando o aumento da demanda por bens e serviços locais,geração de empregos e distribuição de renda”, afirma o texto.

Dispondo de uma reserva de 14,52 bilhões de barris, o Brasil pode chegar a 35 bilhões de barris recuperáveis de óleo com as descobertas do Pré-sal. A publicação de O Globo traz também uma declaração do secretário de Petróleo e Gás do Ministério de Minas e Energia, Marco Antônio Martins Almeida, o qual afirma que as reservas nacionais podem triplicar. 

“As descobertas do pré-sal já avaliadas sugerem que temos um volume de óleo recuperável que é mais que duas vezes as reservas provadas brasileiras. Ou
seja, podemos triplicar nossas reservas apenas com os volumes já avaliados. Há um potencial enorme no pré-sal, e isso vai ser desenvolvido com o tempo. E à medida que o tempo passa, a gente vai ter surpresas agradáveis”.

Produção sergipana

Além do petróleo, o estado possui outras fontes de energia como gás natural, etanol, biomassa, energia hidroelétrica e energia eólica. Em dezembro, a Petrobras anunciou um investimento de R$ 1,6 bilhão em Sergipe para 2013. Serão R$ 400 milhões a mais que em 2012. Entre os investimentos realizados no ano passado destaca-se a revitalização em campos terrestres do estado: Carmópolis, Siriri-Siririzinho e Riachuelo. Os aportes nesses campos somam R$ 600 milhões.

Somente no projeto de Ampliação de Produção do Campo de Carmópolis, região Leste de Sergipe, foram aplicados R$ 306 milhões. Coordenado pela Petrobras e pela empresa de engenharia Produman, o projeto SA-1346 consiste na construção de um sistema geral de tratamento de óleo, ampliação do sistema de tratamento e injeção de água e adaptação de oito estações satélites. A expectativa é aumentar a reserva e a produção de óleo, elevando em 35% a produção, passando dos atuais 22,6 mil barris/dia de óleo para 30,4 mil barris/dia em 2013. O incremento na produção de óleo no Município aumentará em 15% a arrecadação de royalties nos próximos 10 anos. 

O campo de Carmopólis é considerado o maior da Unidade de Negócios da Petrobras de Sergipe-Alagoas (UN-SEAL), com mil poços e produção de 80% da unidade de produção terrestre em Sergipe. Dispondo de uma área de cerca de 140 km², o Campo está localizado no município de mesmo nome, estendendo-se por outras cinco cidades – Japaratuba, Maruim, Rosário do Catete, General Maynard e Santo Amaro das Brotas.




LEIA TAMBÉM:

 

 

A pedido do MP Justiça bloqueia bens de acusados de crime fiscal em Aracaju

 

Promotoria do Terceiro Setor propõe Ação de Improbidade Administrativa contra o Gestor do SENAI/SE

 

Bacia Sergipe-Alagoas participará da 11ª rodada de licitações da ANP

 

Integração do São Francisco é bem avaliada em reunião promovida pela ONU

 

Origem dos honorários pagos a advogados deve ser identificada, diz COAF

 

Proteção a compradores de passagens aéreas avança no Senado

 

Presidentes da Câmara e do Senado se reúnem hoje com governadores

 

PEC 300: militares cobram aprovação em segundo turno

 

Audiência vai discutir Lei de Responsabilidade Educacional

 

PSC confirma Pastor Marco Feliciano na Comissão de Direitos Humanos

 

Secretaria de Cultura divulga programação de shows do aniversário da cidade

 

Secretário Municipal da Fazenda detalha situação financeira da Prefeitura para vereadores


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário