segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Jackson vê posse de Carlinhos como uma nova era para Aquidabã

"Estamos iniciando um processo de reconstrução de Aquidabã". Assim o vice-governador Jackson Barreto sintetizou seu ponto de vista diante da posse do prefeito eleito de Aquidabã, José Carlos dos Santos, o Carlinhos (PMDB). Nas eleições do ano passado, Carlinhos obteve 6.229 votos, contra 5.252 de Euriquinho (PSC). Embora tenha ganhado nas urnas, o prefeito eleito estava com a candidatura sob júdice.


Carlinhos foi impedido de assumir devido ao posicionamento contrário do juiz eleitoral da cidade, que acatou pedido de sua impugnação. Mas o recurso impetrado pelo agora prefeito eleito foi aprovado pela unanimidade dos membros do TRE. "Essa vitória de Carlinhos tem um significado especial para essa cidade que vivia há muito tempo com administrações que criaram dificuldades para o desenvolvimento do município", avalia o vice-governador.

JB com o prefeito Carlinhos, o vice Cleto Maia e o ex-prefeito de Riachuelo, ACF Sobrinho


Jackson disse ainda ter acompanhado todas as fases do processo que culminou na vitória do novo prefeito. "Estamos felizes com o resultado porque Aquidabã vai viver uma nova administração, o PMDB feliz também porque recebeu mais um prefeito de um município da importância de Aquidabã e estamos aqui para ajudar Carlinhos a fazer uma boa administração, afinal de contas Aquidabã precisava mudar seu rumo", acrescentou.

Ao falar sobre os investimentos do Governo do Estado na localidade, o vice-governador destacou o reinício da obra que liga Aquidabã ao município de Canhoba. "Esperamos inaugurar ainda neste semestre. E vamos fazer novos investimentos. O problema é que Aquidabã não tinha liderança, não tinha projetos, não tinha quem conduzisse o município para que se pudesse trabalhar", concluiu.

De acordo com o prefeito Carlinhos, sua gestão irá beneficiar a totalidade da população, independente do posicionamento político. "A população pode esperar dias melhores, porque minhas promessas de campanha irei cumprir. Aquidabã não merece o que está passando; Aquidabã tem doze anos de atraso e nós vamos mostrar isso a esse povo que tinha certeza de que seríamos vitoriosos no TRE", observou.



LEIA TAMBÉM:

 

Jackson vê posse de Carlinhos como uma nova era para Aquidabã

 

Proinveste: Eduardo Amorim amplia debate com Assembleia e Prefeitura da Capital

 

Renan Calheiros gasta 61,5% da verba indenizatória com consultorias

 

Brasileiro assume vaga na Corte Interamericana de Direitos Humanos

 

Proposta aumenta pena da 'Lei Seca'

 

Setur discute com a Funcaju a realização do carnaval na Orla de Atalaia

 

Gestores devem enviar dados do orçamento anual ao TCE até a próxima 5ª

 

Em entrevista ao jornal O GLOBO Déda defende interferência de Lula nos governos federal e de SP

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário