sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Prefeito vai realizar auditoria nas contas da Prefeitura

Continua crescendo a lista de prefeitos que dizem ter recebido Prefeituras sem a menor condição de trabalho. Desta vez foi o prefeito de Monte Alegre, Tonhão (PSC). Sua assessoria divulgou que ele não estava conseguindo sequer entrar no gabinete do prefeito, que estava com a porta trancada – e não oferecia a menor condição de trabalho, nem lápis e caneta possuía. Além disso, ele também expôs máquinas e carros  depredados, e reclamou dos salários atrasados dos servidores.


Ainda de acordo com a assessoria, foi constatado o roubo de computadores e de aparelhos de ar-condicionado. O novo prefeito diz que o cenário é de terra arrasada, e determinou a realização de uma auditoria nas contas da administração anterior, que teria negado o processo de transição.

Na secretaria de obras e transportes, o novo gestor da pasta encontrou máquinas abandonadas e sem peças, carros sem combustível e alguns até sem volante, sem motor, sem rodas, ou seja, sem condições de uso.

Ainda segundo o novo gestor, faltam documentos e informações importantes. “Descobrimos que faltam documentos sobre a situação financeira da Prefeitura. O que cria dificuldades para nossa administração e atrasa o planejamento do governo. Já determinei a realização de uma auditoria, é preciso prestar contas à sociedade. Lamentamos muito assumir Monte Alegre com este cenário de abandono”, afirma Tonhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário