sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Em 2012 Mendonça Prado foi o sergipano mais assíduo na Câmara Federal

Heleno Silva e Almeida Lima foram os mais faltosos durante o ano passado

Por MAX AUGUSTO

Levantamento realizado com exclusividade pelo JORNAL DA CIDADE / BLOG DO MAX apontou que o deputado federal Mendonça Prado (DEM) foi o representante sergipano mais assíduo na Câmara Federal, em 2012. Os dados obtidos junto ao Congresso Nacional apontaram ainda que Heleno Silva (PRB) e Almeida Lima (PPS) foram os parlamentares que mais faltaram às sessões realizadas durante o ano passado.


As faltas contabilizadas levam em conta apenas o período em que os deputados estiveram efetivamente exercendo o mandato. No total a Câmara realizou 91 sessões deliberativas – aquelas sessões destinadas à votação de matérias legislativas, de segunda à quinta-feira. Mendonça faltou a dez sessões, sendo que todas as ausências foram justificadas, o que lhe garantiu um percentual de 89% de presença.

Vale destacar a participação mais intensa do parlamentar, já que em 2011, levantamento semelhante realizado pelo JORNAL DA CIDADE apontou o mesmo deputado como o mais faltoso, com 35 ausências justificas (presente a 67% das sessões deliberativas).

Eleições
Os dados obtidos permitem observar que o processo eleitoral do ano passado influiu diretamente na presença (ou ausência, melhor dizendo) dos deputados sergipanos. Participando de forma direta ou indireta do pleito eleitoral, eles tiveram menos tempo para exercer suas funções em Brasília. O melhor (ou pior) exemplo disso são os casos dos deputados que mais faltaram: Heleno Silva (PRB) e Almeida Lima (PPS), ambos candidatos a prefeito.

Heleno Silva esteve em apenas 70,3% das sessões deliberativas, registrando 27 faltas – todas justificadas. Já Almeida Lima compareceu a 71,4% das reuniões que deveria ter participado, ficando com 18 faltas justificadas e outras oito sem justificativas. É possível verificar que o envolvimento deles nas eleições gerou uma diminuição na participação política, já que em 2011 Heleno foi o deputado com melhor frequência (97,9%), registrando 13 faltas justificadas.


Almeida Lima também teve um percentual melhor em 2011, com 85% de frequência (13 faltas justificadas e outras três sem justificativa). Outro que viu sua frequência cair por conta principalmente da disputa por cargos eletivos em 2012 foi o jovem Valadares Filho, que em 2011 foi o segundo mais assíduo, com 97,2% de frequência e apenas três faltas – todas justificadas. Este ano Valadares aparece com 20 faltas justificadas e 78% de comparecimento, caindo para a quinta colocação no ranking dos mais presentes.


Colocações
André Moura (PSC) também participou ativamente da eleição municipal, apoiando vários candidatos e estando principalmente ao lado da sua esposa, que disputou a reeleição no município de Japaratuba. Ainda assim ele foi o segundo no ranking da assiduidade, estando presente a 85,7% das sessões deliberativas e registrando treze faltas justificadas.


Os petistas Márcio Macêdo (81,3%) e Rogério Carvalho (80,2%) aparecem em 3° e 4° lugar, com 16 e 18 faltas justificadas, respectivamente. Em 2011 Rogério ocupou o mesmo quarto lugar (81,3%), apesar de ter sido o que mais faltou sem apresentar justificativa. Em 2012 Laércio Oliveira (PR) ficou no pódio dos mais faltosos, com o terceiro lugar – 19 ausências justificadas e outras quatro faltas, perfazendo uma presença de 74,7%.  


80%
Em 2011, seis dos oito deputados sergipanos tiveram bons índices de assiduidade, acima dos 80%: André Moura, Rogério Carvalho, Almeida Lima, Laércio Oliveira, Heleno Silva e Valadares estavam no grupo, sendo que este ano, apenas quatro alcançaram o percentual: Mendonça, André, Márcio e Rogério. Vale lembrar também que em 2011 dois tiveram mais de 90% de comparecimento (Valadares e Heleno), índice que não foi alcançado em 2012.

Apesar da boa presença, em comparação com os seus pares, é claro que se trabalhassem na iniciativa privada, eles possivelmente estariam demitidos por conta das ausências. Alguns deputados, inclusive, são empresários e possuem funcionários. Provavelmente eles não seriam tão compreensivos com a ausência costumeira dos seus trabalhadores. Sorte deles que os eleitores costumam ser patrões mais complacentes com a falta de produtividade e assiduidade.


CONFIRA A ASSIDUIDADE DO SEU DEPUTADO NA CÂMARA FEDERAL

Deputado
Ausências justificadas
Ausências não-justificadas
Índice de assiduidade
Mendonça Prado (DEM)
10
0
89%
André Moura (PSC)
13
0
85,7%
Márcio Macêdo (PT)
16
0
81,3%
Rogério Carvalho (PT)
18
0
80,2%
Valadares Filho (PSB)
20
0
78%
Laércio Oliveira (PR)
19
4
74,7%
Almeida Lima (PMDB)
18
8
71,4%
Heleno Silva (PRB)
27
0
70,3%

*Números relativos às sessões deliberativas, com dados fornecidos pela Câmara Federal

 

LEIA MAIS:
 
 

Empresas de telefonia celular, cartão de crédito e bancos lideram queixas nos Procons


Ministério retoma obras do projeto de transposição do rio São Francisco


Projeto de Renan permite fundo de segurança pública custear tratamento psicológico de policiais


Projeto permite que professor acumule ensino com cargo administrativo


Comissões prometem mais rigor em 2013 com telefônicas e operadoras de cartões


Governador decreta ponto facultativo nesta sexta, 18









Nenhum comentário:

Postar um comentário