sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Batalha diz que Edvaldo mentiu e prefeitura deve R$ 123 milhões

Secretário afirma que Edvaldo pode até ficar inelegível devido à LRF



Por Max Augusto
O novo secretário municipal da Comunicação, Carlos Batalha, afirmou ontem que o ex-prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B) mentiu ao dizer que deixava a prefeitura com as finanças saneadas e dinheiro em caixa. Segundo o secretário, até o momento a equipe do prefeito João Alves Filho (DEM) já detectou dívidas de R$ 123 milhões, sendo que há perspectivas de que esse número chegue a R$ 160 milhões.




“São dívidas relativas a prestação de serviços, fornecedores, acordos não cumpridos e outras. O prefeito anterior ficará na história de Aracaju como o maior vendedor de ilusões. A falácia, o blablabá, era uma coisa, principalmente nos últimos dias, mas a realidade que encontramos foi outra, não sei de onde ele tirou esses dados”, disse Batalha. 


O secretário de comunicação disse que o ex-prefeito fez um esforço grande, desde outubro, para transmitir à imprensa de que a prefeitura estava saneada. “Mas integrei a equipe de transição e vimos que o ex-prefeito poderá se complicar, a depender da situação pode até se tornar inelegível”, falou, avisando que a prestação de contas definitiva deverá ser apresentada no final de janeiro e que ainda não sabe dizer se os recursos para as obras iniciadas estão nos cofres.


Devolução
A informação sobre os R$ 123 milhões em dívidas foi repassada pelo futuro secretário de Finanças, Nilson Lima (PPS), durante reunião com o novo secretariado. Batalha afirmou ainda que alguns acordos judiciais não cumpridos podem inviabilizar certidões negativas e que de acordo com secretário de planejamento, Luciano Paes, alguns recursos chegaram a ser devolvidos por falta de projetos.


O secretário falou ainda que os serviços essenciais não correm o risco de serem suspensos, porque o novo prefeito determinou que as empresas prestadoras de serviços fosse contatadas para que acordos fossem estabelecidos – já que segundo ele não foi encontrado superávit suficiente para cumprir as despesas de janeiro.



 

Batalha diz que Edvaldo mentiu e prefeitura deve R$ 123 milhões

 

Fábio Reis assume mandato de Deputado Federal

 

João anuncia novos nomes e dá posse a secretariado

 

Airton Martins diz que encontra prefeitura destroçada na Barra dos Coqueiros







 

Nenhum comentário:

Postar um comentário