quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Senador Valadares defende o Proinveste em Sergipe



O senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) ocupou o Plenário do Senado ontem para defender o Programa de Apoio ao Investimento dos Estados e Distrito Federal (Proinveste), do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), no estado de Sergipe. Valadares expôs que a Assembleia Legislativa sergipana rejeitou empréstimo de R$ 727 milhões, que o governo da presidenta Dilma colocou à disposição do estado. “Esse empréstimo oferecido visa o enfrentamento da crise internacional, que obrigou a presidenta Dilma a fazer renúncias fiscais que causaram quedas na arrecadação dos estados”, explicou.





O senador Valadares destacou que os recursos vão levar obras estruturantes para grande maioria dos municípios sergipanos. Entre as obras estão: construção de rodovia que irá ligar Itabaiana a Itaporanga D´Ajuda pelo povoado Ribeira; construção da estrada litorânea de Pirambu até Pacatuba; obras de infraestrutura em diversos municípios, através do Programa Sergipe Cidades; urbanização da comunidade Malvinas, próximo ao aeroporto de Aracaju; duplicação da avenida Euclides Figueiredo; construção do viaduto que irá ligar a Coroa do Meio à avenida Tancredo Neves; construção de galpões industriais em diversas localidades do estado; recuperação de perímetros irrigados; compra de equipamentos para a Cohidro aumentar sua capacidade de ajudar a combater os efeitos da seca; compra de equipamentos de alta complexidade para hospitais da rede estadual; construção do Centro de Apoio à Criança com Deficiência; construção do Hospital do Câncer; cinco escolas técnicas estaduais e aquisição de ônibus escolares; implantação da rodovia de Santa Cruz a São Miguel, um desejo muito antigo da região de Própria; implantação da Rodovia Nossa Senhora Aparecida ao Povoado Cruz das Graças; novo prédio do IML que será deslocado para o município de Nossa Senhora do Socorro; revitalização da Biblioteca Pública Epifânio Dória (BPED) e do Arquivo Público do Estado de Sergipe (APES); obra de contorno da cidade de Itabaianinha para que os caminhões carregados de cerâmica não trafeguem por dentro do Município(antigo sonho dos moradores), entre outras.



“Todos esses projetos foram rejeitados pelo legislativo. É inconcebível, mas aconteceu. O Legislativo, como todo o respeito, cometeu um equívoco, que ainda pode ser corrigido”, ressaltou. O senador afirma que o governo do estado de Sergipe está confiante de que essa radicalização, prejudicial ao desenvolvimento regional, será deixada de lado. “A Assembleia Legislativa receberá os mesmo projetos e haverá um diálogo importante para que o comprometimento com os destinos de Sergipe seja consolidado e a harmonia entre o legislativo e o executivo volte a dominar a política de Sergipe”, disse.



Valadares salientou que todos os estados que solicitaram já tiveram seus empréstimos aprovados, somente Sergipe não. “Eu responsabilizo não somente os deputados estaduais, que votaram contra esse projeto de melhoria das condições de vida do nosso povo, mas também as lideranças da oposição. Lideranças maiores, a exemplo do senador Eduardo Amorim, conhecido nessa Casa como um senador pacato, cordial, legítimo representante do estado de Sergipe, mas que se posicionou contra”, disse.



O senador Valadares lembrou que ele e o senador Amorim fazem parte de um bloco político de apoio a presidenta Dilma. E que a presidenta foi quem ofereceu aos estados a possibilidade de recursos para atenuar essa crise, no total de R$ 20 bilhões. “Espero que nós, que compomos a base do governo, e que aqui aprovamos as matérias dos nossos estados, também, acompanhemos o pensamento e o ideal de bem servir ao Brasil da presidenta. O Proinveste é um programa do Governo Federal, proposto pela presidenta Dilma, cujos recursos são da União e colocados à disposição do BNDES para servir aos estados nessa hora por que estamos passando. Portanto, eu concito ao senador Amorim e a Assembleia Legislativa do meu estado a fim de retomarmos ao diálogo para aprovação desse financiamento que é essencial e, juntos, debelarmos essa crise que não se instalou só em Sergipe, mas em todos os estados”, concluiu.



Por Ana Paula Dourado (Brasília-DF)

Nenhum comentário:

Postar um comentário