segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Leis obrigam empresas a manterem cobradores em ônibus e prefeitura a afixar placas com itnerários nos pontos

Por Max Augusto
 
Duas leis municipais aprovadas esta semana na Câmara de Vereadores de Aracaju vão afetar diretamente o serviço público de transporte e aguardam somente a sanção do prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B). Uma delas obriga as empresas a manterem cobradores em todos os veículos; a outra prevê a instalação de placas nos pontos de ônibus, informando o trajeto e paradas de cada linha. Ambas são de autoria do vereador Fábio Mitidieri (PSD), que não foi reeleito e está deixando o poder legislativo.




“Uma das leis exige que a SMTT sinalize quais linhas de ônibus passam por cada ponto, deixando claro em que direção estão indo e qual o trajeto. Hoje sabemos que os abrigos de ônibus são caóticos, não possuem estrutura nenhuma, muito menos sinalização, e a ideia é sanar isso”, explicou Fábio.

Sobre o outro projeto já aprovado, que proíbe os ônibus de circularem sem cobradores, Fábio avalia que hoje há uma tentativa de manter os veículos apenas com o motorista, que já vem sendo verificado em algumas linhas. “A lei proíbe essa situação, porque além de gerar prejuízo para a população, por conta da demora de uma única pessoa dirigir, passar troco e organizar o ônibus, gera desemprego. O objetivo da lei é garantir o emprego dos trabalhadores e um transporte com um pouco mais de qualidade, sem essa visão capitalista das empresas”, disse o vereador.

Projetos
O Projeto de Lei (PL) 88/2012 torna obrigatória a afixação de placas nos pontos de ônibus da capital informando as linhas que circulam pelo local e tornando a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) responsável pela tarefa. Já o PL 94/2012, também aprovado por unanimidade na Câmara de Vereadores, estabelece que em veículos que transportem acima de 40 passageiros é obrigatória a presença do cobrador.

LEIA TAMBÉM:

Vereadores de Aracaju aprovam cotas para negros e índios em concursos



Ex-secretários de João não deverão assumir cargos na Prefeitura



Leis obrigam empresas a manterem cobradores em ônibus e prefeitura a afixar placas com itnerários nos pontos



Jackson critica deputado por votar contra o Proinveste



Senado endurece punição a motorista alcoolizado, mas não adota tolerância zero



Justiça condena oito empresas de cartões de crédito por cobranças indevidas


Nenhum comentário:

Postar um comentário