quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Déda quer debate com Amorim

O governador licenciado Marcelo Déda (PT), mesmo no leito do hospital, onde faz tratamento de um câncer, rebateu o senador Eduardo Amorim (PSC), que havia afirmado: o empréstimo do Proinveste compromete a folha do Estado. Através de twitter, Déda afirmou: enquanto os empréstimos do Proinveste somam R$ 700 milhões, a folha de 2012 vai totalizar R$ 4 bilhões. A folha é quase quatro vezes maior!”, disse. Déda lembrou ainda que este ano “pagaremos de dívida R$ 300 milhões, toda ela garantida pelo FPE, e a folha repito, custará 4 bilhões. Nunca houve risco para a folha”, insistiu.

Déda disse que  a parcela mensal dos empréstimos seria de R$ 25 milhões. “A folha mensal é de 300 milhões e a receita própria (FPE+ICMS) é de 400 milhões/mês. A folha não é garantia do empréstimo. Isto é balela. O Ministério da Fazenda já atestou a capacidade de pagamento do Estado de Sergipe. Estou disposto a demonstrar o que escrevi aqui, deitado no leito do Hospital, em qualquer debate, respeitoso e cordial com o Senador Amorim”, desafiou Déda.

"O que põe em risco a folha e o custeio é a rejeição dos R$ 130 milhões que eu usaria para pagar a dívida antiga, liberando recursos do tesouro", afirmou Déda. “Não deixarei esse debate morrer. Vou reabri-lo, convidar a oposição a apresentar suas sugestões, mobilizar a sociedade e reapresentar projeto. Atenderei, assim, a solicitação da Presidenta Dilma que me pediu: "Déda, não desista do Proinveste!", prometeu.


LEIA TAMBÉM:


TCE aplica R$53 mil em multas pelo não envio de informes mensais


Justiça determina realização de obras para preservar o Parque Tramanday





Justiça eleitoral diploma Rivanda Batalha












Brasil ainda está longe de ser eficaz no combate à corrupção, afirma especialista




No Brasil, o Proinvest é sim. Em Sergipe, o Proinvest é não

Nenhum comentário:

Postar um comentário