segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Aracaju não terá museu projetado por Niemeyer

Em 2007 prefeito prometeu museu-mirante assinado por Niemeyer, na Coroa do Meio

Por Max Augusto
Com o falecimento do gênio da arquitetura, Oscar Niemayer, Aracaju definitivamente não fará mais parte do seleto grupo de cidades em todo o mundo que contam com uma obra do mestre. Pouca gente lembra, mas maio de 2007 o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PC do B), chegou a anunciar que a capital sergipana receberia o projeto de um museu-mirante, que seria construído na Orlinha da Atalaia.




O anúncio foi feito no dia 30 de outubro de 2012, quando a Prefeitura chegou a divulgar em sua página oficial na internet a informação de que a cidade iria receber o museu-mirante, e que o projeto seria elaborado em cerca de três meses, justamente no ano em que o arquiteto comemorava 100 anos.


Em entrevista à imprensa o prefeito Edvaldo Nogueira já havia falado sobre o projeto desde maio de 2007, mas fez o anúncio após visitar pela segunda vez Niemeyer em seu escritório, no Rio de Janeiro. Edvaldo foi acompanhado do então presidente da Emurb, Valmor Barbosa. Foram apresentados mapas do local e a Emurb iria enviar ao arquiteto informações de georeferenciamento necessárias ao projeto.


Na ocasião Edvaldo disse que a obra do mirante iria integrar um processo de revitalização da orlinha, atendendo a pedidos dos comerciantes do local. A obra iria contar com espaço para exposição, salas de leitura e seria mais um grande ponto turístico, um cartão-postal da cidade onde seria possível contemplar o encontro do rio com o mar.


Prefeituras
A Prefeitura de Aracaju confirma que o projeto do museu-mirante não chegou a ser colocado no papel. O avanço da maré naquela região teria inviabilizado a obra, que foi suspensa até que houvesse uma estabilização na movimentação do mar. “A Prefeitura nunca mexeu na orlinha da Coroa do Meio justamente por conta do avanço maré, não adiantava fazer a obra e depois acontecer o mesmo que foi visto mais à frente, na praça de eventos, onde a maré tomou vários bares”, informou o secretário de comunicação do município, Marcos Cardoso.



COLUNA MAX AUGUSTO - Ainda o estacionamento pago










Nenhum comentário:

Postar um comentário