segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Vereador eleito vai defender gratuidade para idosos

Por Max Augusto

O vereador eleito Max Prejuízo (PSB) já definiu qual será o foco do seu mandato que será iniciado em 2013: a defesa dos idosos. Ele afirma que já está trabalhando na pesquisa de alguns projetos, e um dos primeiros a ser apresentados será a proposta que garante o livre acesso do idoso em todos os eventos culturais e esportivos realizados na capital sergipana. A propositura visa beneficiar apenas os idosos com renda de até dois salários mínimos.



“Aracaju precisa ousar a garantir o acesso livre aos idosos em eventos culturais e esportivos. Hoje uma lei Federal já garante 50% de desconto, mas levando em conta que grande parcela dos nossos idosos são aposentados do INSS e recebem salário mínimo, sabemos que eles nem sonham em ter acesso a cultura e lazer”, disse o vereador eleito.

Max acredita que seu projeto será bem recebido pelos demais vereadores da capital e como psicólogo, destaca os benefícios da medida para a saúde, autoestima, combate à ociosidade (que muitas vezes leva à depressão) e resgate à cidadania.

Idosos
Max Prejuízo declarou que as políticas públicas para os idosos serão o foco do seu mandato porque essa população vem crescendo muito em Sergipe e no Brasil. Ele cita que de acordo com o IBGE, cerca de 10% da população aracajuana de hoje é composta por pessoas acima de 60 anos. Há ainda a estimativa de que nos próximos 13 anos a expectativa de vida do brasileira pule de 68,6 para 70,3.


É por isso que ele pretende elaborar outro Projeto de Lei assegurando aos idosos 10% de todas as casas nos programas residenciais que forem elaborados pela Prefeitura de Aracaju. “De acordo com o estatuto do idoso 3% destes programas devem ser destinados às pessoas mais velhas, mas vamos tentar aumentar esse percentual em Aracaju. Afinal o prefeito eleito afirmou que teria uma política ousada de habitação”, avaliou Max.

Por fim o vereador eleito defende que existam mais espaços públicos e assistência social mais constante para estes cidadãos. “Vamos cobrar isso. Não adianta o idoso participar de algum programa social uma vez por semana, ele precisa sair de casa todos os dias e desenvolver atividades. Por isso a pauta do nosso mandato vai ser a inclusão social do idoso, e vou buscar o apoio da sociedade e do empresariado para a execução destas medidas”, concluiu.

LEIA MAIS:

 

ELIANE AQUINO: “Acabamos com a política do assistencialismo”


Vereador eleito vai defender gratuidade para idosos



Edvaldo reassume a chefia do executivo municipal


Governo de Sergipe aguarda licença do Ibama para licitar Canal de Xingó


Justiça dá cinco dias para que Prefeitura dê andamento à licitação do transporte

Um comentário:

  1. Parabéns a Max Prejuízo pela iniciativa de já estar traçando o seu plano de trabalho, pois isso indica que ele não vai sentar na Cadeira sem saber como começar. Com isso o povo só tende a ganhar.

    ResponderExcluir