terça-feira, 2 de outubro de 2012

Senador Valadares e deputada Ana Lúcia pedem voto para valadares Filho

Deputada lembra perseguição de João Alves aos professores de Sergipe
 
 Professora da rede estadual por mais de 35 anos e uma das lideranças da primeira greve de professores após a ditadura militar em Sergipe,  a deputada estadual Ana Lúcia, do PT, pediu votos para o candidato a prefeito de Aracaju, Valadares Filho (PSB), lembrando a perseguição sofrida pelos professores estaduais por parte do então governador João Alves Filho. O senador Antônio Carlos Valadares (PSB), pai do candidato, também pediu voto para seu filho.

"A razão daquela primeira greve pós-ditadura - lembrou a deputada - foi porque João Alves Filho, então governador, mandou cortar o benefício da regência de classe, uma conquista dos professores".

A regência de classe é um benefício que reconhece a importância do professor na sala de aula e havia sido concedida pelo antecessor de João Alves, o governador Augusto Franco, explicou a deputada. "Pela dignidade do magistério, vote em Valadares Filho, 40", pediu.
 
Senador Valadares reaparece na tevê e pede a João Alves que respeite o eleitor

O senador Antônio Carlos Valadares, do PSB sergipano, voltou a aparecer no programa de televisão da coligação "Aracaju Segue em Frente" no horário eleitoral, nesta segunda-feira (1º), quando falou diretamente ao ex-governador João Alves, candidato do DEM à prefeitura de Aracaju, pedindo que ele "respeite o eleitor e compareça ao debate da TV Sergipe para discutir a cidade".

No pronunciamento, o senador rebateu ataques que lhe fez o ex-governador João Alves, quando disse, nos programas eleitorais do DEM, que houve obras superfaturadas no governo de Antônio Carlos Valadares. Os ataques, disse o senador, foram motivados pela preocupação do candidato do DEM com o crescimento da candidatura de Valadares Filho. "Esse crescimento tem sido uma fonte de preocupação para o ex-governador João Alves, a ponto de ele partir para o ataque contra mim, que nem sou candidato", disse o senador.

"Dr. João - continuou, calmamente, o senador - o meu governo teve todas as suas contas aprovadas pelo Tribunal de Contas da União e em mais de 40 anos de vida pública nunca frequentei tribunais para me defender ou envergonhei os sergipanos saindo em manchetes de jornal em escândalos de corrupção".

Esta foi a segunda vez que o senador apareceu no programa eleitoral de Valadares Filho. Na primeira, no início da campanha, ele apareceu pedindo a todos que ouvissem as propostas do filho e votassem nele "pelo que ele é".

Nenhum comentário:

Postar um comentário