segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Prefeito reajusta valores do Bolsa-Atleta

Na manhã desta segunda-feira, 1º, o prefeito da capital, Edvaldo Nogueira, comandou a solenidade de abertura do Seminário sobre o Bolsa-Atleta 2013 e anunciou duas grandes novidades para o programa pioneiro de incentivo à prática esportiva no Estado de Sergipe: o reajuste nos valores das bolsas e a elaboração do edital de maneira ainda mais democrática, com a participação ativa dos próprios atletas, entidades representativas e sociedade em geral.

Lançado em agosto de 2011, o programa atende a 80 atletas divididos nas categorias Ouro (5 atletas), Prata (25 atletas) e Bronze (50 atletas), cujos valores eram de R$ 1.500, R$ 800 e R$ 400, respectivamente. Agora serão 10 atletas na categoria Ouro que receberão R$ 2.000; 25 na categoria Prata recebendo um incentivo de R$ 1.000 e 45 atletas Bronze que passam a receber R$ 600 mensais de incentivo.

"Muitos dos nossos bolsistas das categorias Bronze ou Prata evoluíram bastante e alcançaram resultados em competições internacionais, o que lhes credenciavam a receber a bolsa Ouro, então, além de reajustar os valores, precisávamos ampliar as bolsas na categoria Ouro para incentivar ainda mais esses atletas que representaram brilhantemente a nossa cidade vencendo competições importantes. O Bolsa-Atleta é um marco na história da cidade de Aracaju", destacou Nogueira.

Ao longo de 2012 os resultados superaram todas as expectativas: apenas de janeiro a setembro deste ano, os bolsistas conquistaram 416 títulos, sendo 27 internacionais, 120 nacionais/regionais, 128 títulos sergipanos e 141 em outras competições, totalizando 1,54 títulos a cada dia. "A nadadora Sarah Marques, por exemplo, bateu quatro recordes nacionais e conquistou 55 medalhas. É uma medalha a cada cinco dias", observou o chefe do executivo municipal, frisando que o programa não é solidário. "Para receber a bolsa tem que apresentar resultados", enfatizou.

O secretário municipal do Esporte e Lazer, Antônio Hora Filho, explicou que, por seu ineditismo, o primeiro edital foi feito pela própria Secretaria, mas que estava no planejamento a participação de todos os interessados na elaboração do edital de concessão do Bolsa-Atleta de 2013. "A Prefeitura de Aracaju faz questão de democratizar a elaboração do documento onde os familiares, atletas, entidades representativas, federações e sociedade em geral contribuíram enviando críticas, sugestões", explicou o secretário.

Benefícios

Para a mãe da nadadora, Neide Souza, o programa é prova da sensibilidade da atual gestão, que valoriza o esporte oferecendo aos jovens da capital a oportunidade de superar suas marcas. "Graças ao programa a gente pode acompanhar o calendário de competições, pagar passagens, comprar equipamentos. Apenas o maiô que ela usa, custa R$1.300, é um custo alto e fico muito feliz de vê-la competindo de igual para igual com atletas de todo o país", afirmou Neide.

Presente à solenidade, o vice-presidente da Confederação Brasileira de Beach Soccer, Ricardo Ribeiro, presenteou o prefeito Edvaldo Nogueira com uma camisa oficial da seleção e acredita que Aracaju terá representante nas olimpíadas de 2016.  "Essa é uma iniciativa maravilhosa do prefeito que vem se destacando pelo apoio ao esporte; primeiro com a criação da Secretaria e logo depois com o programa, que é um pequeno passo para os grandes resultados que a cidade de Aracaju vai ter  com esses atletas", comemorou Ricardo.

Elite

Dentre os grandes resultados obtidos pelos bolsistas em 2012, chama a atenção os do surfista Robson Fraga. Graças aos títulos conquistados este ano, ele fez com que Sergipe seja o 3º Estado do Nordeste a ter um representante na elite do surf nacional. "Esse programa é de extrema importância para os atletas sergipanos, que levam o nome do Estado para todo o país e até para competições internacionais. Com o benefício a gente pode se programar para participar das etapas, de treinamentos, adquirir materiais e disputar de igual para igual com atletas em competições nacionais e internacionais", observou.

Surfista há 17 anos, além de ser o primeiro sergipano a entrar no ranking da ASP ( Association of Surfing Professionals) e de colocar Sergipe pela primeira vez na elite do surf nacional, Robson  já foi oito vezes campeão sergipano (2 títulos na categoria pranchinha e seis no longboard), é bicampeão brasileiro, bicampeão alagoano, bicampeão baiano e promete mais para 2013.  "Ficamos felizes com a sensibilidade do prefeito em aumentar o valor da bolsa. Com isso a gente vai ter um saldo maior e podemos nos programar melhor para futuros eventos", disse.

Presenças

Além de atletas, familiares e representantes das mais variadas modalidades, também participaram da solenidade de abertura do Seminário sobre o Bolsa-Atleta 2013, a secretária Chefe de Gabinete, Fabiana Pinho; o presidente da Empresa Municipal de Serviços Urbanos, Fábio Silva; o superintendente de Transportes e Trânsito de Aracaju, Fernando Nunes; os secretários municipais de Assistência Social, Bosco Rolemberg; do planejamento, Dulcival Santana; de Defesa Social, Bosco Santana de Oliveira e o de Governo, Lucas Fialho.

LEIA MAIS:

Exames detectam câncer de estômago e governador vai iniciar quimioterapia

17 candidatos foram processados por improbidade administrativa e disputam prefeituras em Sergipe

Abertura do processo de impeachment de Collor completou 20 anos

OAB/SE apresenta Comissão Permanente de Combate à Corrupção Eleitoral

Eleições da OAB: advogados devem regularizar situação financeira

Faltam 6 dias: boca de urna é proibida durante a votação

Imprima seu formulário de justificativa das Eleições 2012

Jackson Barreto participa de procissão em Moita Bonita

Prefeito reajusta valores do Bolsa-Atleta

Nenhum comentário:

Postar um comentário