terça-feira, 30 de outubro de 2012

Governador em exercício expõe importância do Proinveste para o empresariado sergipano


Congregar um dos segmentos mais importantes da economia sergipana em prol da aprovação do programa Proinveste. Este foi o objetivo do governador em exercício, Jackson Barreto, ao participar do tradicional almoço promovido pelo Fórum Empresarial de Sergipe, no início da tarde desta terça-feira, 30, no hotel Aquarius, na orla da Atalaia. Ao lado dos secretários de Estado da Fazenda, João Andrade; e do Planejamento, Orçamento e Gestão, José de Oliveira Júnior, o governador em exercício expôs todos os argumentos que tornam a aprovação do programa, cuja previsão é de investimentos da ordem de R$ 727 milhões, de importância estratégica para Sergipe.

“É fundamental que os empreendedores sergipanos reflitam sobre a importância deste programa, que se encontra hoje sob avaliação no Poder Legislativo. Ele representará um dos maiores investimentos da história em infraestrutura. Estes recursos promoverão obras fundamentais do ponto de vista social, além de representarem uma injeção de recursos proporcionando a geração imediata de milhares de empregos em diversos segmentos da economia”, argumentou Jackson Barreto, ao destacar a importância do programa.
A importância de se contar com recursos em condições favoráveis para investir em infraestrutura quando boa parte do mundo vive um momento delicado em sua economia também foi contextualizado pelo governador em exercício. “Esta foi justamente a iniciativa pensada pela presidenta da República, Dilma Rousseff, para fortalecer a economia dos estados, justamente num momento onde estados e municípios vêm colecionando perdas em recursos repassados pelo Governo Federal. Sergipe está enquadrado entre os estados com condições de acessar a estes recursos oferecidos em condições favoráveis, e é importante que todos os segmentos da nossa sociedade participem do debate desta questão”, expôs Jackson Barreto.
Ainda de acordo com o governador, a interação com o Fórum Empresarial é fundamental para que os empresários sergipanos conheçam em detalhes os propósitos do programa. “É imprescindível que os empresários tomem conhecimento da grandeza deste programa, da importância da sua aplicação neste momento e, acima de tudo, da sua viabilidade diante da situação econômica que vivenciamos já que vai gerar empregos, renda, impulso econômico, atingir objetivos na área social e oferecer mais qualidade de vida à população sergipana. Por isso é que enfatizamos que Sergipe não pode perder esta oportunidade”, complementou Jackson Barreto.
“Muitos estados já iniciaram as tratativas com os organismos financiadores, adiantando diversos trâmites burocráticos, enquanto nós ainda estamos discutindo o panorama inicial do projeto. É fundamental que os diversos segmentos da sociedade tomem conhecimento e participem interagindo nesse processo”, ponderou o governador em exercício.
Detalhamento
Já os secretários da Fazenda e do Planejamento, respectivamente, João Andrade e Oliveira Júnior, expuseram em detalhes o Plano de Investimentos apresentado pelo Governo do Estado para fazer jus aos recursos, demonstrando a importância vital das diversas realizações nas mais variadas áreas da administração estadual. Foi apresentada a estrutura dos investimentos contemplados na operação de crédito, bem como as condições favoráveis de Sergipe dentre os estados brasileiros. 
“Estamos demonstrando nossa capacidade de pagamento e endividamento, mostrando aos empresários, que são elementos interessados nesse processo, já que o programa vem para alavancar investimentos”, afirmou o secretário João Andrade. Ainda segundo ele, serão investidos cerca de R$ 600 milhões (contratados pelo Estado) no mercado sergipano. “É importante que desde já os empresários saibam quais os investimentos projetados, não só para apoiar o governo nessa iniciativa, como também para se preparar para fornecer produtos, serviços, e participar das licitações que estão previstas nesse programa de desenvolvimento.
Relevância
O empresário e presidente da Associação Sergipana de Obras Públicas e Privadas (Aseopp), Luciano Barreto, afirmou não ter dúvida da importância vital de se investir em infraestrutura. “Nós torcemos muito para que este projeto seja aprovado e as referidas obras tocadas nos prazos previstos. Nós também não temos dúvidas da importância que este investimento representará para todo o conjunto da economia sergipana. Como atuamos na construção civil, que é um dos segmentos mais atingidos quando há crescimento econômico, acreditamos que esse impulso trará benefícios significativos na geração de empregos, aumento de renda e, consequentemente, maior demanda por imóveis promovendo um aquecimento no setor”, opinou o empresário.
Já o coordenador do Fórum Empresarial e presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Sergipe (FCDL), Gilson Figueiredo, afirmou que os empresários receberam as informações do Governo com muita alegria e expectativa. “Ficamos contentes com a exposição dos investimentos previstos por esse programa e nos somamos na expectativa de sua aprovação. Diante do exposto aqui, tenho certeza que a grande maioria dos empresários sergipanos ficou convicto dos benefícios que esse programa trará para o nosso estado”, afirmou.
“Sabemos perfeitamente da querela política criada em torno do assunto, mas deixamos claro que o Fórum Empresarial e as entidades de classe não se envolvem com questões políticas. A nossa preocupação é com os benefícios e com a importância que um empréstimo dessa dimensão trará para nossa economia. Sabemos da imensa dificuldade em se disponibilizar recursos para infraestrutura, e uma oportunidade como essa realmente não deve ser desperdiçada”, contextualizou o coordenador do Fórum Empresarial.
Apelo do Empresariado
Em nome da categoria, o coordenador do Fórum também fez um apelo aos parlamentares de oposição. “Faço um apelo aos membros da oposição para que pensem, ponham o pé no chão e saibam, de alguma forma, buscar dirimir essas dúvidas e chegar a um denominador comum. Essa é a preocupação da classe empresarial”, declarou Gilson Figueiredo.
Participação
Participaram do almoço o superintendente do Sebrae, Lauro Vasconcelos; o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Samuel Schuster; o presidente da Federação do Comércio (Fecomércio), Abel Gomes da Rocha; o presidente do Sindicato do Comércio Atacadista de Sergipe (Sincadise), Hugo França; o presidente da Associação dos Distribuidores e Atacadistas de Produtos Industrializados de Sergipe (Adas), José Heraldo de Oliveira; o presidente da Associação das Empresas do Distrito Industrial de Nossa Senhora do Socorro (Assedis), Domingos Luiz Lima, dentre outras lideranças empresariais.
Também acompanharam o governador em exercício os secretários de Estado da Agricultura, José Macêdo Sobral, o secretário do Desenvolvimento Econômico, Saumíneo Nascimento ; o presidente da Companhia Estadual de Obras Públicas (Cehop), Antônio Carlos dos Santos, o presidente da Companhia de Desenvolvimento Industrial de Sergipe (Codise), Décio Portela, dentre outros assessores.


LEIA também:

 

Susana Azevedo é eleita conselheira do Tribunal de Contas do Estado

 

Gilmar Carvalho assume mandato de deputado com afastamento de Susana

 

Para Gualberto, bancada de Amorim rasgou a Constituição para eleger Susana

 

Governador em exercício expõe importância do Proinveste para o empresariado sergipano

 

Tribunal de Contas vai analisar dívidas de Fundação com fornecedor

 

Ministério Público escolhe Lista Tríplice para o cargo de Procurador-Geral

 

Menos da metade dos governadores elegeu aliados nas capitais

 

MPF/SE processa União, Ibama, prefeitura e Emurb por degradação ambiental em Aracaju

 

Câmara discute Plano Diretor desde novembro de 2010


Nenhum comentário:

Postar um comentário