quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Faltam quatro dias: eleitor com deficiência poderá ter auxílio de pessoa de sua confiança

Faltam quatro dias para as eleições municipais de 2012. Para votar, o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida poderá contar com o auxílio de pessoa de sua confiança, ainda que não tenha feito o pedido antecipadamente ao juiz eleitoral.

A falta do alistamento eleitoral de pessoa com deficiência cuja natureza impossibilite ou torne extremamente difícil o exercício de suas obrigações eleitorais não será apenada com multa. Nesse caso, o próprio eleitor, seu representante ou procurador legalmente constituído poderá comprovar a condição perante o juiz eleitoral da zona em que deveria ser inscrito, que o isentará da obrigatoriedade do voto.

Caso o presidente da mesa receptora de votos verifique ser imprescindível que o eleitor com deficiência seja auxiliado por pessoa de sua confiança para votar, ele autorizará o ingresso dessa segunda pessoa, com o eleitor, na cabina, podendo esta, inclusive, digitar os números na urna. A pessoa que auxiliará o eleitor com deficiência não poderá estar a serviço da Justiça Eleitoral, de partido político nem de coligação.
 
LEIA MAIS:

TSE aprova envio de força federal para nove municípios em Sergipe

Projeto torna corrupção crime hediondo e estabelece penas proporcionais

De São Paulo, Marcelo Déda pede votos para Valadares Filho

Eleitor com deficiência poderá ter auxílio de pessoa de sua confiança

Deputado quer limitar verbas indenizatórias nas assembleias estaduais

Eleitor deve ficar atento ao local de votação

Ministério Público Eleitoral prepara plantão para o dia da eleição

Hemose convida população para contribuir com doação

Nenhum comentário:

Postar um comentário