quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Convênio entre SSP e Banese criará a Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos

Uma reunião entre o secretário de Segurança Pública, João Eloy de Meneses, e a presidente do Banco do Estado de Sergipe (Banese), Vera Lúcia de Oliveira, ocorrida no final da tarde desta quarta-feira, 24, na sala da presidência do banco, situada no Distrito Industrial de Aracaju (DIA), acertou os detalhes de criação da nova Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC).

A nova unidade funcionará na rua Laranjeiras, no Complexo de Polícia Especializada, onde fica a Delegacia Plantonista. De acordo com o secretário João Eloy, o Banese será o principal parceiro na implementação da delegacia em Sergipe. “O Banese vai nos ajudar no sentido de doar equipamentos e repassando recursos, por meio de um convênio, o que permitirá a viabilização dos trabalhos dessa nova unidade”, assegurou.


Eloy destacou também que a DRCC será muito importante para o Estado, tendo em vista que atualmente os crimes virtuais têm provocados sérios prejuízos a muitos sergipanos. “Não bastasse isso, há vários registros de crimes de pedofilia na rede mundial de computadores. Sergipe ainda não tinha uma delegacia desse porte então isso é um marco que está contando com apoio incondicional do Banese”, destacou.

Reunião no Banese _Foto: Ascom_SSP/SEA presidente do Banese, Vera Lúcia de Oliveira, explicou que tipo de ajuda o banco dará para criar a nova delegacia. Vera Lúcia destacou que o banco é um dos maiores interessados na inauguração da delegacia porque, segundo ela, está entre as vítimas dos criminosos virtuais. “Vamos disponibilizar recursos, por meio de um convênio de parceria. Para o banco isso é muito interessante porque a maioria absoluta de nossas operações bancárias ocorre com o uso de tecnologias. Além disso, essa parceria vai ser muito importante para a população”, disse.
O secretário-adjunto da SSP, João Batista Santos Júnior, disse que a reunião também serviu para discutir outros temas a exemplo da definição de estratégias para combater o assalto a banco, especialmente no interior do Estado. “O Banese tem interesse nisso e a presidente se colocou à disposição para ajudar a segurança pública do Estado no que for necessário”, garantiu.

O delegado Alessandro Vieira, que será o titular da DRCC, disse que os policiais que irão trabalhar na unidade passarão por um treinamento especializado. “Esses policiais já são formados em informática e já têm um conhecimento especializado na matéria. Está é uma delegacia que depende muito de equipamentos de alta tecnologia e somente uma instituição como Banese poderia ser parceria desse empreendimento”, disse Vieira.

Segundo Alessandro Vieira, a DRCC estará vinculada a Superintendência da Polícia Civil (Supci). “A SSP já reformou as salas do Complexo de Polícia Especializada, uma parte do maquinário da unidade já foi adquirida e outra parte será doada pelo Banese. Hoje, existe uma tendência mundial de migração do crime para o mundo virtual e acreditamos que Sergipe estará aparelhado para atender esta demanda assim que a DRCC for inaugurada”.

Crimes virtuais

Reunião no Banese _Foto: Ascom_SSP/SEO delegado ressaltou que a maioria dos crimes, em tempos de redes sociais, tem vinculação com a tecnologia. “Em Sergipe os maiores prejuízos estão vinculados às fraudes que vitimam correntistas e bancos. Os prejuízos não são revelados, mas não há dúvidas que são muito elevados”.
Segundo informações da imprensa nacional, O Brasil conquistou o título de maior laboratório do cibercrime em todo o mundo, segundo um levantamento feito pela mi2g. Em solo brasileiro, Os criminosos digitais agem em campos diversos, como roubo de identidade, fraudes de cartão de crédito, violação de propriedade intelectual, protestos políticos e roubo de senhas para colocar crédito em celular pré-pago.

A Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) não revela o tamanho do prejuízo dos seus afiliados. Os dados mais recentes da Febraban são de 2005, quando R$ 300 milhões foram furtados pela internet.


LEIA MAIS:

Convênio entre SSP e Banese criará a Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos

Proposta regulamenta atividade de profissionais do sexo

Ophir: internação compulsória para viciados de crack protege a vida

Viaduto do Detran terá trânsito alterado nesta sexta, 26, e sábado, 27

Comitê de Arborização Urbana conclui elaboração de Plano Diretor

Avenida Tancredo Neves será interditada novamente para obra

ARTIGO - As Condutas Vedadas aos Agentes Públicos em Campanhas Eleitorais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário