sexta-feira, 26 de outubro de 2012

ARTIGO: SENHOR DA VIDA

Por Sydnei Ulisses 

Marcelo Deda emocionou quem o ouviu na entrevista desta sexta feira (26). Falou do empréstimo de 720 milhões que aguarda votação da assembléia e que vem sendo atrasado propositadamente pela assembléia legislativa.

 
Foi esclarecedor quando elencou as obras que deixarão de ser realizadas por falta de recursos, apelou para a sensibilidade de deputados que negarão as suas bases investimentos importantes, de caso pensado, para evitar que tais investimentos tenham a marca do governo Deda.

Para quem ouviu ficou claro que a política pequena pode fazer perdurar o atraso em investimentos que todos sabemos serem importantes, mas enfim, são os escolhidos pelo povo decidindo por seus representados.

Estou convencido que a negativa da assembléia vai atrasar o desenvolvimento de Sergipe, e me remeto às décadas em que nossos jovens eram obrigados a deixar as cidades sergipanas e montados em paus de arara, ganhavam o caminho do sudeste para tentar sobreviver. Os que iam primeiro puxavam os demais para as fábricas e bairros periféricos da grande São Paulo.

Todos sabemos que o jeito pouco republicano e coronelista é que remetia estas famílias a alternativa única de deixar a sua origem, assim é que, sem serem consultados de sua preferência, os filhos de sertanejos formaram quase a metade da população paulistana.

Não quero crer que veremos o Brasil acelerando o passo do desenvolvimento, e Sergipe, como caranguejo, andando para trás, só para massagem do ego e da vaidade de parte dos políticos que pensam ser o maior objetivo da vida exercitar o poder sobre os seus semelhantes.

Mas da entrevista, o aspecto mais importante, e seria bom que pessoas acometidas de câncer ou com familiares nesta situação como vivi recentemente, tivessem a oportunidade de ouvi-lo, Deda externou sua fé em Deus de forma sincera e pouco comum. Deda se mostrou entender a dependência da permissão Divina para ser curado e da importância de se submeter aos tratamentos sim, mas de entregar a sua vida no altar do Senhor da Vida.

Deda está escrevendo uma parcela importante da história de Sergipe, e lá na primeira eleição de prefeito em Aracaju, onde Deda iniciou sua trajetória de executivo, muitos filhos de sergipanos começaram a se preparar para retornar as origens com a certeza de que Sergipe tomaria o rumo da gestão responsável e do desenvolvimento.

Eu e minha família continuaremos na corrente de oração, e cremos que o governador será curado para dar testemunho de fé ao povo brasileiro para o engrandecimento e louvor ao Nosso Senhor e Autor da Vida – Jesus Cristo.

Ainda que muitos políticos não acreditem, a consciência política da população vem amadurecendo paulatinamente, e as decisões equivocadas em prejuízo dos cidadãos, para “pretenso benefício de alguns”, serão cobradas no tempo certo e da forma mais efetiva, na urna.


Nenhum comentário:

Postar um comentário