quinta-feira, 27 de setembro de 2012

TJ autoriza obras da nova avenida no Inácio Barbosa

Em decisão tomada nesta quarta-feira, 26, pela unanimidade do pleno do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ/SE), a Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) foi autorizada a dar continuidade à redução das calçadas na avenida Paulo VI, no bairro Ignácio Barbosa. As obras são parte da construção do complexo viário que interligará a avenida Tancredo Neves, na saída do bairro Jardins, ao conjunto Augusto Franco.

No mês de agosto, a Associação dos Moradores do Parque Residencial Beira Rio questionou na Justiça a redução das calçadas na avenida Paulo VI para dois metros de largura, prevista no projeto original seguindo as exigências da legislação municipal. A ação judicial desencadeou o embargo da obra, que desde então a Procuradoria Geral do Município vem tentando suspender. O prefeito Edvaldo Nogueira lamentou o tempo em que a obra permaneceu parada, mas comemorou a decisão do TJ/SE e assegurou que o ritmo da construção do complexo será acelerado.

"Infelizmente perdemos tempo com uma ação que não visava nenhum benefício para a comunidade, visava apenas retardar a obra para ir de encontro à Prefeitura, mas o Tribunal de Justiça reconheceu a ação da Prefeitura, por unanimidade, e agora nós vamos dar continuidade à obra. Vamos tentar ao máximo agilizar para recuperar o tempo perdido e inaugurar o complexo viário, que é uma obra que vai melhorar sensivelmente o trânsito da cidade", disse.

Segundo Thiago Carneiro de Santana Santos, o procurador municipal responsável pelo processo, a sociedade aracajuana há muito anseia por melhorias no trânsito, e o Tribunal de Justiça de Sergipe mais uma vez se mostrou sensível aos problemas sociais. "O projeto tem um raio de ação muito grande, pois é um novo eixo de ligação da Zona Central para a Zona de Expansão de Aracaju. O Impacto direto abrange toda a região dos bairros Jardins, Ignácio Barbosa, Grageru, São Conrado, Luzia e Aeroporto, portanto, não se pode analisar o impacto de apenas de um bairro e muito menos de uma avenida", afirma o procurador.

Complexo viário


Além de representar um substancial investimento em infraestrutura, a construção do viaduto da avenida Tancredo Neves é considerada uma das maiores iniciativas de mobilidade urbana já realizadas pelo Prefeitura. A obra faz parte de um moderno conjunto urbanístico e arquitetônico que facilitará o trânsito aracajuano com a criação de um novo corredor que interligará a avenida Iolanda Pinto e a avenida Heráclito Rollemberg .

O projeto, que vai transformar a paisagem dos bairros Ignácio Barbosa e Farolândia, é composto por três etapas. Já foram concluídas as duas primeiras, que são a construção da ponte Gilberto Vila-Nova de Carvalho, sobre o rio Poxim, e a construção dos encontros da ponte. A última etapa compreende as obras de construção do viaduto na Tancredo Neves e de pavimentação das avenidas.

Entre as obras que estão sendo executadas na etapa atual do projeto estão as mudanças na avenida Paulo VI. A largura, que atualmente é de cerca de cinco metros, deve ser reduzida para o comprimento estabelecido no projeto, que é de dois metros. A avenida deverá ser ampliada para o tamanho total de 20 metros de largura. Cada uma das mãos terá 8,5 metros com mais três metros da ciclovia. A infraestrutura da região também será beneficiada com a ampliação da rede de drenagem tubular, pavimentação asfáltica e iluminação.

LEIA MAIS:

MP quer proibição de propaganda eleitoral e templos religiosos

Tiririca vai participar da campanha em Itabaiana

TJ autoriza obras da nova avenida no Inácio Barbosa

MP Eleitoral processa candidatos a prefeito e vereadora de Aracaju

Deputado Rogério diz que Ministério da Saúde tem melhor política de distribuição de remédios de todos os tempos

Dataform: Juca lidera com 44,8% do eleitorado

Nenhum comentário:

Postar um comentário