sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Setransp: "A mobilidade urbana está refém da falta de planejamento do trânsito"

Pesquisa confirma que trânsito de Aracaju prejudica mobilidade dos ônibus
A tabulação realizada pela Associação de Ciclismo de Balneário Camboriú (ACBC) em Aracaju comparando as formas de transporte mais utilizadas, confirmou a sustentação do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Setransp) de que a mobilidade urbana tem sido prejudicada pelo trânsito da capital, e o tráfego com os ônibus, que transportam a maioria da população, é o mais afetado.


De acordo com os números apresentados no “Desafio Intermodal Balneário Camboriú 2011" e divulgado na imprensa, a velocidade média dos ônibus tem sido quase a mesma de um cidadão fazendo o mesmo percurso a pé. Num deslocamento de 7 km, um pedestre conseguiu percorrer com a velocidade média de 6,58 km/h, isso em 54 minutos e 42 segundos. Já o ônibus, marcou uma velocidade média muito próxima, de 7,73 km/h, em um período de poucos minutos de diferença, 46 minutos e 36 segundos.

“A mobilidade urbana está refém dos congestionamentos e paradas excessivas nas vias, refém da falta de planejamento do trânsito. E o ônibus, que é o meio de transporte mais utilizado, é o veículo mais prejudicado. Enquanto continuarmos permitindo que ônibus, motociclistas, carros e outros circulem no mesmo espaço, continuaremos prejudicando a mobilidade da maioria da população. Porque imaginar que um ônibus leva 46 minutos para fazer um deslocamento de 7 km é o mesmo que dizer que o transporte coletivo passa a maior parte do tempo de viagem parado”, frisou o superintendente do Setransp, José Carlos Amâncio, lamentando a falta de investimentos no transporte público da capital.

A tabulação apontou ainda que o percurso por automóvel não se difere muito da realidade do transporte coletivo por ônibus. Na pesquisa, o automóvel realizou viagem com uma velocidade média de 8,22 km/h em 43 minutos e 48 segundos. Enquanto os motociclistas com 16, 53 km/h concluíram os 7 km, no prazo de 21 minutos e 47 segundos.
Apesar de ser um transporte que serve apenas a um ou dois passageiros por veículo, o ciclismo em vias rápidas marcou a melhor velocidade média: 21,93km/h, em apenas 16 minutos e 25 segundos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário