sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Professores de três cidades ainda não receberam salários de agosto

Educadores de três municípios vivem uma situação angustiante: Há quase dois meses não recebem salários. A justificativa das prefeituras é a falta de recursos para fazer o pagamento. Em Carira os professores estão em greve desde o dia 24 de setembro devido ao atraso dos salários. Além disso, eles também reivindicam o pagamento dos salários de novembro de 2001, das férias equivalentes ao mês de janeiro deste ano e do 13º salário dos anos de 2008 e 2010.

A situação carrega certa tensão no início da semana os professores de Carira marcaram reunião com os pais de alunos com a finalidade de relatar aos pais dos alunos os motivos da greve. Na oportunidade os professores convocaram não só os pais de alunos, mas também a população em geral, para que os mesmos ficassem cientes da situação da educação em Carira.

Todos foram surpreendidos quando o secretário de Educação proibiu a entrada dos professores na escola onde a reunião estava marcada.

Santana do São Francisco
Há 36 dias em greve os professores de Santana do São Francisco receberam dia 11 de setembro o salário do mês de julho. “É um total desrespeito com o magistério. Nossas famílias estão expostas a fome, pois há 60 dias estamos sem salários”, disse Geise Morais, professora de Santana e da coordenação da sub-sede Baixo São Francisco II.

Em ato político no povoado Saúde o prefeito Ricardo Roriz afirmou que com o recurso que entrará nos cofres da prefeitura dia 30 vai fazer o repasse obrigatório para a Câmara de Vereadores e que os professores e funcionários só receberão após o dia 10 de outubro.

Na última quinta-feira (27), os educadores realizaram um ato público pelas ruas da cidade e contaram com a solidariedade da população.

Porto da Folha
Sem receber salários desde agosto, os professores de Porto da Folha registraram boletim de ocorrência na delegacia do município na última terça-feira (25). O prefeito Manoel de Rosinha garantiu que o pagamento dos salários de agosto sairia nesta sexta, mas professores souberam que o dinheiro só estará nas contas dos professores no sábado.

O município de Porto da Folha recebeu no mês de agosto exatos R$1.036.353,64 (um milhão, trinta e seis mil, trezentos e cinquenta e três reais e sessenta e quatro centavos ) do FUNDEB.

A informação foi prestada pelo site da Secretaria do Tesouro Nacional que mostra quanto cada município e Estado brasileiro recebem no que são denominadas “transferências constitucionais” e estão inseridos o FUNDEB, o Fundo de Participação do Estados e o Fundo de Participação dos Municípios, ou seja ao contrário do que informou o prefeito Manoel de Rosinha em matéria publicada no Jornal da Cidade desta sexta (28) a informação não é inverídica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário