terça-feira, 10 de julho de 2012

João Alves e Vera Lúcia são os candidatos mais “pobres” na disputa por Aracaju


Candidatos praticamente repetem a mesma declaração de bens das campanhas passadas

Por Max Augusto


O ex-governador João Alves Filho (DEM) e a sindicalista Vera Lúcia Pereira (PSTU) são os candidatos mais “pobres” na disputa pela prefeitura de Aracaju. João declarou possuir um patrimônio de R$ 358 mil e Vera informou não possuir nada. O candidato mais rico, Almeida Lima (PMDB) possui bens no valor de quase R$ 2 milhões, enquanto Valadares Filho (PSB), com R$ 432 mil e Reynaldo Nunes (PV), com R$ 402 mil, aparecem quase empatados no quesito posses. Chama atenção também alguns candidatos praticamente repetem a declaração de bens apresentada ao TSE em eleições passadas, inclusive com valor de bens que parecem desatualizados.

João: patrimônio de classe média
Ex-governador por três vezes, ex-ministro, ex-empresário da construção civil, João Alves afirmou à Justiça Eleitoral que possui um patrimônio de classe média. O apartamento duplex em que mora (um prédio antigo numa região nobre) foi avaliado em R$ 311 mil – exatamente o mesmo valor que constava nas declarações que ele entregou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nas eleições de 2010 e 2006. Parece estranho que João, mesmo sendo engenheiro, ex-proprietário de construtora, ignore a possível valorização que seu imóvel deve ter sofrido.

O patrimônio do ex-governador também sofreu uma grande queda, em relação a 2010, quando declarou bens no valor de R$ 1 milhão. O maior desfalque foi um crédito na Habitacional Construções, no valor de R$ 582,7 mil. No mais, João repete a mesma lista prosaica desde 2006, com os mesmos bens e valores. Entre eles, seis linhas telefônicas, que valeriam cerca de R$ 16 mil, e títulos do Camping e Iate Clube. Além disso, uma biblioteca no valor de R$ 7 mil e ações da Wallig Nordeste (no valor de  R$ 12,42), do Produban Credito Imobiliario (R$ 24,85), Fundo Bahia (R$ 10,15) e Fundo Aymoré (R$ 10,15) – que contrariando as leis do mercado possuiriam o mesmo valor desde 2006.

Abastado
Almeida não ocultou patrimônio
Enquanto a sindicalista e assalariada Vera Lúcia Pereira (PSTU) afirmou não possuir bem algum (fato que se repete desde 2006, quando foi candidata a deputada federal), Almeida Lima é o candidato mais abastado, com quase R$ 2 milhões. Alguns de seus bens também estão com o mesmo valor desde a eleição de 2010, quando ele foi escolhido deputado. A casa em que mora, no bairro Farolândia, foi avaliada em R$ 700 mil, enquanto a outra no Salgado Filho, em apenas R$ 55 mil.

O valor total dos seus bens é praticamente igual ao declarado há dois anos, quando informou pouco mais de R$ 2 milhões. Este ano Almeida afirmou possuir R$ 572 mil em espécie, mais R$ 132 mil numa conta, além de 70 cabeças de gado (no valor de R$ 105 mil) e dois terrenos rurais no município de Nossa Senhora das Dores, no valor de R$ 100 mil (as duas).

Iguais?
Dois candidatos apresentaram declaração de bens em valores bem próximos: Valadares Filho (R$ 432 mil) e Reynaldo Nunes (R$ 402 mil). Aos 32 anos e em seu segundo mandato de deputado federal o jovem Valadares declarou possuir um apartamento, um terreno em Simão Dias (que ele não possuía em 2010) e dois carros de som. O apartamento que em 2010 ele declarou valendo R$ 148 mil teve o valor atualizado para R$ 300 mil – que ainda parece um pouco abaixo do valor de mercado. Os carros de som também constavam na declaração passada, mas com valores diferentes.

Já o servidor público estadual Reynaldo Nunes afirmou que seus dois lotes de terrenos (tamanho de 500 m2) em um condomínio fechado próximo à praia valem apenas R$ 100 mil – o que também destoa da avaliação de mercado. Seu bem mais valioso foi uma poupança para aquisição de um apartamento, no valor de R$ 250 mil – em 2010 ela já existia, com valor de R$ 210 mil.

DECLARAÇÃO DE BENS DOS CANDIDATOS

José Almeida Lima (PPS) – R$ 1.999.995,25

Antônio Carlos Valadares Filho (PSB) – R$ 432 mil

Reynaldo Nunes de Moraes (PV) – R$402 mil

João Alves Filho (DEM) – R$ 358 mil

Nenhum comentário:

Postar um comentário